Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




José António Lima dixit

por Paulo Gorjão, em 31.01.14
"António Costa e Rui Rio nunca foram primeiros-ministros ou, sequer, líderes partidários. Nunca foram postos à prova nesses cargos de elevado desgaste de popularidade, têm estado preservados em funções secundárias. De Rio mal se conhece um pensamento político estruturado e diferenciado. De Costa sabe-se que apoiou a triste governação de Sócrates até ao último minuto.
Há, pois, o sério risco de um preocupante downgrade político nas presidenciais de 2016."
José António Lima (Sol, 31.1.2014: 54).

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:46

Nuno Moura: Canto Nono

por Paulo Gorjão, em 31.01.14
quem é que incendeia a sua própria casa sem estar nas lonas?
a minha casa é um anexo da tua
e a tua é um anexo de outro
viver em altura faz mal
viver defronte do outro é ainda pior
entre olho de pau
de pé olho mau.
Nuno Moura, Canto Nono (Douda Correria, 2013).

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:40

Jack Ryan: Shadow Recruit

por Paulo Gorjão, em 31.01.14
Estrelas: 3 (de 1 a 5).

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:37

José António Saraiva dixit

por Paulo Gorjão, em 31.01.14
"Com o aproximar das eleições, em que a tentação da maioria será abrir os cordões à bolsa, o PS deveria assumir-se como o partido da disciplina e denunciar tudo o que cheirasse a eleitoralismo.
Se o fizesse, credibilizava-se.
Mas, pelo que temos visto, fará exactamente o contrário: continuará a criticar a austeridade, que nos salvou da bancarrota, e a exigir mais despesa.
Continuará a prometer o impossível."
José António Saraiva, "Da Europa connosco ao orgulhosamente sós" (Sol, 31.1.2014: 2).

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:20

Fernando Ulrich: saída limpa ou cautelar? [2]

por Paulo Gorjão, em 31.01.14
Ulrich esqueceu-se também da inevitável Manuela Ferreira Leite. Ela até já tem as continhas todas feitas. E sabe tudo, nomeadamente as condições -- que ninguém conhece -- em que o cautelar nos será proposto. E sabe também que o cautelar -- que provavelmente terá de ser aprovado por alguns parlamentos nacionais -- passará nessa consulta. Pose e achismo. Santa paciência.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:11

Fernando Ulrich: saída limpa ou cautelar?

por Paulo Gorjão, em 31.01.14
Segundo Fernando Ulrich, "qualquer das vias pode ser utilizada com sucesso e de forma positiva para o País". Mas acrescentou que "quem tem informação para tomar essa decisão é o primeiro-ministro, o vice-primeiro-ministro, a ministra das Finanças e o governador do Banco de Portugal. Essa decisão depende também dos nossos credores e dos nossos aliados europeus".
Ulrich, seguramente por lapso, esqueceu-se de incluir Rui Rio, entre outros, no grupo dos informados. Em todo o caso estou certo que a tese de Rui Rio do barquinho a remos não deixará de ser tida em conta nas mais altas instâncias de decisão, nacionais e europeias. E pronto, lá volto eu à questão da pose e do achismo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:10

Zapping blogosférico

por Paulo Gorjão, em 31.01.14
[1] João Rodrigues, [2] Nuno Tiago Pinto, e [3] João Miranda.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:09

BANIF: o atraso [2]

por Paulo Gorjão, em 30.01.14
Regresso ao BANIF e aos atrasos. De Janeiro agora, pelos vistos, vamos para Fevereiro. Jorge Tomé vai vivendo um pesadelo que nunca mais termina. É a vida.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:51

O Tratado Orçamental de António Costa

por Paulo Gorjão, em 30.01.14
Pedro Correia citava recentemente um artigo de Viriato Soromenho-Marques em que ele frisava que "são as respostas concretas que alimentam uma liderança. A pose não chega".
A actividade diária na política portuguesa está cheia de pose e de achismo. Actualmente, por exemplo, alguém que tenha algum peso político-partidário tem de ter opinião -- tem de 'achar' alguma coisa -- sobre a saída limpa versus programa cautelar, ainda que não tenha qualquer informação ou conhecimento para sustentar essa posição.
Adiante. Lembrei-me das palavras de Soromenho-Marques enquanto escutava António Costa (ver secção multimédia do Jornal de Negócios). Costa 'acha' que o PS cometeu um erro quando aprovou o Tratado Orçamental (TO) e, nessa medida, espera que tenha sido "o último erro que os socialistas cometeram". Qual era a alternativa, pergunta o jornalista: acha que o PS não devia ter aprovado o TO?
Colocado perante a obrigação de dar uma "resposta concreta", a que aludia Soromenho-Marques, Costa recua e diz que "provavelmente na altura em que aprovámos o TO não havia outra solução senão aprovar o TO". O erro que Costa detectou, afinal, não foi bem um erro porque a verdade é que não havia uma alternativa. A "resposta concreta" ficou para outro dia, pois, resumida a coisa, Costa apenas considera que o TO tem de ser revisto. Conversa sem substância e sem respostas concretas, no fundo. Pose e achismo. É por esta e por outras que estamos na situação em que estamos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:47

Zapping blogosférico

por Paulo Gorjão, em 30.01.14
[1] Rodrigo Moita de Deus, [2] João Pinto Bastos, e [3] Ricardo Lima.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:09

American Hustle

por Paulo Gorjão, em 29.01.14
Estrelas: 4.5 (de 1 a 5).

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:00

Zapping blogosférico

por Paulo Gorjão, em 29.01.14

[1] Samuel de Paiva Pires, [2] Joana Lopes, e [3] Jorge Lopes de Carvalho.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:30

Rui Moreira: já?

por Paulo Gorjão, em 28.01.14
Começam cedo as trapalhadas do menino d'oiro da Foz. Veremos quanto tempo dura a boa imprensa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:40

Cavaco Silva: co-adopção [2]

por Paulo Gorjão, em 28.01.14
Ei-los, rapidamente a saír da toca. Agora já queriam decisões políticas, independentemente da constitucionalidade.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:15

Cavaco Silva: co-adopção

por Paulo Gorjão, em 28.01.14
Sem surpresas, portanto. Aposto que alguma Esquerda que nos últimos dois anos, por tudo e por nada, tem pedido ao Presidente para pedir a fiscalização da constitucionalidade de tudo e mais alguma coisa, em coerência, agora está radiante com esta decisão.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:45

A implosão da Esquerda?

por Paulo Gorjão, em 28.01.14
De facto, há qualquer coisa de inexplicável no ar. E o resultado pode ser este.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:23

Zapping blogosférico

por Paulo Gorjão, em 28.01.14
[1] Filipe Nunes Vicente, [2] José Medeiros Ferreira, e [3] João Miranda.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:06

O síndrome do bom aluno

por Paulo Gorjão, em 27.01.14
Pois. É isto.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:32

Com as eleições europeias...

por Paulo Gorjão, em 27.01.14
...à vista, altura para os partidos políticos voltarem a redescobrir o encanto das redes sociais?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:11

Zapping blogosférico

por Paulo Gorjão, em 27.01.14
[1] Vital Moreira, [2] João Gonçalves, e [3] Luís Moreira.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:10

Pág. 1/7



O autor

Paulo Gorjão. Blogging since 2003, de acordo com a norma ortográfica antiga.

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D