Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Crise e oportunidade

por Paulo Gorjão, em 30.11.13
É indiscutível que a comunicação social portuguesa atravessa um período de crise prolongada. Crise que, no imediato, ainda estará para ficar. No entanto, o próximo ano promete algumas mudanças a seguir com atenção e interesse. Pedro Santos Guerreiro é um dos melhores jornalistas portugueses e vejo por isso com agrado e expectativa a sua nomeação para a edição digital diária do Expresso. A entrada de António Mosquito e de Luís Montez no capital da Controlinveste levará a que seguramente rolem cabeças. Num grupo em crise profunda, João Marcelino é o candidato mais óbvio a deixar o lugar, mas não será seguramente o único.
Adicionalmente poderão existir mais mudanças no panorama mediático, igualmente a prometer ajustes nas placas tectónicas da comunicação social portuguesa e arredores. O Expresso noticia que António Carrapatoso e Alexandre Relvas poderão lançar um novo jornal. Veremos. Pessoalmente interessa-me mais a possibilidade, igualmente noticiada pelo Expresso, de Rodrigo Moita de Deus avançar com uma versão portuguesa do Huffington Post.
Projectos em reestruturação e novos projectos no horizonte. Com o mercado publicitário ainda em fase de contenção, com as vendas em declínio e sem que se tenha ainda encontrado uma alternativa de modelo de negócio viável, a sustentabilidade financeira dos actuais e futuros projectos é uma autêntica incógnita. A não ser, claro, que haja vida para além do negócio da comunicação social no seu perímetro mais imediato.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:18

A recusa

por Paulo Gorjão, em 30.11.13
Rui Rio terá recusado o convite do primeiro-ministro para liderar o futuro Banco de Fomento. Algo me diz que esta história é capaz de estar mal contada. Refiro-me à versão que conhecemos neste momento. Adiante. Rui Rio está no seu direito, como é óbvio. Pessoalmente a única coisa que registo como politicamente relevante é o facto de a recusa do convite ter sido tornada pública. Se alguém pensou -- pensou mesmo? -- que tal beneficiava Rui Rio está muito enganado.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:48

Crise de regime

por Paulo Gorjão, em 30.11.13
Só na cabeça de Mário Soares, Vítor Ramalho, José Medeiros Ferreira e restante tropa do passado é que haverá amanhã uma crise de regime. No fundo confundem os seus desejos e as suas necessidades políticas com a realidade. São os mesmos que lançaram Soares numa aventura presidencial suicida. Esta tribo em vias de extinção, que anda por aí a pulular há 40 anos, precisa desesperadamente de instabilidade para mascarar a sua irrelevância no seu próprio quadrante político. A luta pela sobrevivência nunca foi um espectáculo bonito de se ver.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:40

A lei da selva [2]

por Paulo Gorjão, em 30.11.13
Desta vez não houve ternura e carinho. Sobrou para Eurico Brilhante Dias uma leitura não literal. Eis uma boa metáfora, ainda que involuntária. Este PS também não pode ser levado à letra. Nem a sério, em bom rigor.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:29

O que faz correr António Mosquito?

por Paulo Gorjão, em 30.11.13
O que leva António Mosquito a adquirir parte do capital da Controlinveste?
Não é seguramente a expectativa de lucros presentes ou futuros na Controlinveste, de certeza absoluta. Poder e influência, em Portugal e em Angola, que por sua vez permitirá obter resultados noutros tabuleiros, isso sim, como é óbvio.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:25

Sinais consistentes

por Paulo Gorjão, em 29.11.13
Pois há. Tem toda a razão.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:50

A terceira lição

por Paulo Gorjão, em 28.11.13
Ricardo Costa esqueceu-se de tirar uma terceira lição, porventura a mais importante. O acordo alcançado entre a CDU e o SPD, nos termos em que foi formulado, marca a falência total da estratégia europeia de António José Seguro. O líder do PS reclamava que era possível uma abordagem europeia diferente e, nessa medida, apostou muito nas eleições francesas e alemãs. Ora, depois da França, chegou a vez de a Alemanha validar a manutenção do actual rumo europeu. Poderão ocorrer ajustes pontuais, naturalmente, mas no essencial a estratégia que se seguiu nos últimos anos é para manter com o SPD no poder na Alemanha e com Hollande na presidência francesa, por muito que isso custe a António José Seguro.
Sim, "Passos Coelho teve sempre razão", refere Ricardo Costa. "Não lhe vale é de muito", acrescenta.
Não sei. O que sei é que se tivesse estado errado as consequências poderiam ter sido graves. Nessa medida parece-me que valeu alguma coisa a Passos Coelho -- e a todos nós -- estar certo. A quem seguramente não valeu nada estar errado foi a António José Seguro que vê agora a sua abordagem europeia ruir por completo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:40

O pensionista Cavaco Silva... [2]

por Paulo Gorjão, em 28.11.13
Por José Carlos Alexandre.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:18

A lei da selva

por Paulo Gorjão, em 27.11.13
Mário Soares considera que o PS sob a liderança de António José Seguro não é suficientemente activo, o que quer que isso queira dizer. Pouco importa. Uma vez mais fica no ar a crítica pública. O secretário-geral do PS lá terá de responder, de novo, que tem "uma imensa ternura e um imenso carinho" por Soares para fugir à questão. Ternura e carinho são conceitos estranhos ao velho político carnívoro. Afinal, se o predador tivesse ternura e carinho pela presa passava fome.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:43

Assim, por exemplo. Bem sei que não dá grandes capas de jornais, ou sensacionais abertura de telejornais, mas é eficaz e efectiva.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:55

Faço minhas as palavras...

por Paulo Gorjão, em 27.11.13
...de Francisco Seixas da Costa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:17

Programa cautelar [6]

por Paulo Gorjão, em 27.11.13
Sem programa cautelar não haverá apoio do BCE através da compra de dívida no mercado secundário. Se alguém tinha essa ilusão, pois bem, assunto esclarecido...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:02

O pensionista Cavaco Silva...

por Paulo Gorjão, em 26.11.13
...que por acaso também é Presidente da República enviou para o Tribunal Constitucional (TC) uma decisão do Governo que afecta directamente os seus interesses. Era tão bom se todos nós pudéssemos enviar para o TC decisões governamentais que nos afectam pessoalmente. Infelizmente trata-se de um luxo de que dispõe apenas um pensionista em Portugal. Um pensionista de luxo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:44

Falemos de assuntos sérios...

por Paulo Gorjão, em 26.11.13

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:59

Os donos do regime

por Paulo Gorjão, em 25.11.13
À Esquerda e à Direita, há 40 anos que são sempre os mesmos. Elogiam-se uns aos outros, em espaços em que o cidadão comum não entra, ou em que é tolerado na segunda metade da sala. Nestes elogios públicos entre compagnons de route ninguém está desempregado e seguramente ninguém ganha o salário mínimo. Nenhum sabe o que é gerir uma empresa privada, criar e manter postos de trabalho, preocupar-se com o final do mês, com as encomendas dos clientes, com a criação de valor, com a inovação, ou com as exportações. Nenhum teve de emigrar, nenhum conheceu dificuldades ao longo da vida. Nada. Em contrapartida, abundam as subvenções vitalícias e as reformas chorudas, abundam aqueles que a manutenção do seu posto de trabalho nunca foi uma preocupação. Há excepções? Claro. Mas esta elite, no geral, não poderia estar mais longe do cidadão comum. No entanto assumem-se como intérpretes legítimos de experiências de vida que não conhecem. Falam em reformar o sistema, o sistema que eles criaram e que os alimenta há 40 anos consecutivos.
António Ramalho Eanes não tem culpa nenhuma disto. Se há alguém que não tem culpa 'disto' é ele, uma das poucas, muito poucas, referências políticas e morais em Portugal. Infelizmente, a justa homenagem à sua pessoa ficou refém dos suspeitos do costume. Sempre, sempre, a mesma tropa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:25

Não temos Governo

por Paulo Gorjão, em 25.11.13
Diz Carlos Zorrinho. Pelo contrário, temos Governo, de certeza absoluta. Pode não ser o melhor, mas existe. O que não temos, como a realidade confirma todos os dias, é uma oposição digna desse nome. Um vazio enorme. António Costa, seu camarada de partido, explica-lhe, caso seja necessário.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:36

Allez, allez, Sporting allez [13]

por Paulo Gorjão, em 24.11.13
O título da Bola online, na imagem, resume mais ou menos o que se passou em campo. Longe de ser um dos melhores jogos da equipa leonina nesta época, antes pelo contrário, esta foi uma partida disputada e por vezes mal jogada. O empate esteve perto de ser o resultado final, o que nem seria injusto para o Guimarães, há que o reconhecer. Isto dito, a sorte de uns é o azar de outros e, desta vez, os deuses do berlinde acabaram por sorrir ao Sporting. Em poucos minutos, Slimani acabou por ser o jogador decisivo, num jogo em que as substituições ocorreram tardiamente. No final, a equipa do Sporting conseguiu os três pontos e isso, na verdade, é o que interessa. Allez, allez, Sporting allez...
[Publicado também aqui.]

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:03

Violência legítima

por Paulo Gorjão, em 24.11.13
Não. Em democracia a violência nunca é um meio legítimo de acção política. Bem sei que às conveniências do momento, a título instrumental, poderia dar jeito o caos nas ruas e a violência como instrumento de acção. Poderá ser conveniente, mas não é legítima. Mas o mais surpreendente é que haja tontinhos, como Helena Roseta, a namoriscar com essas águas turvas. Muito provavelmente Roseta estaria na primeira fila dos que levaria nas trombas em caso de anarquia. Ela faz parte da elite, dos que nunca fizeram nada na vida a não ser política e que muito provavelmente já beneficia de uma qualquer subvenção vitalícia à custa da política. Acha ela que em caso de suposta violência legítima não seria incluída pela turba violenta no grupo dos parasitas e dos que vivem à custa do povo?
Abra os olhos. Ainda vai a tempo e deixe de dizer disparates irresponsáveis.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:36

Um conselho de dois gumes

por Paulo Gorjão, em 24.11.13
Ângelo Correia defende que Rui Rio se deve candidatar à liderança do PSD nas próximas eleições directas (Correio da Manhã, 24.11.2013: 29). Na sua opinião, "seria bom que [Rui Rio] clarificasse e demonstrasse que tem, pelo menos, ideias e um programa para o futuro". Dito de outra maneira, é impressão minha ou Ângelo Correia está a destacar que se Rio não for a jogo, tal significa que não tem ideias e um programa para o futuro?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:16

Em destaque [38]

por Paulo Gorjão, em 24.11.13
A Filosofia Clássica
Por algum tempo acreditei nas virtudes da doutrina
platónica. Pude entrar no interior da caverna, e ver por dentro
o destino dos homens, com o seu peso de sabedoria e
ignorância. Uns subiam o caminho das ideias, e muitos ficaram
a meio, sem saber o que estava no fim; outros, nem pensavam,
e as suas conversas tratavam do vazio que pode encher
muitas vidas. Entre uns e outros, não optei. Para quê pensar
demasiado, se o que sabemos é sempre menos do que
tudo o que nunca saberemos? E porquê esquecer os problemas
como se, um dia, não tivéssemos de os enfrentar? Assim,
pus Platão de parte -- e saí da caverna, trazendo comigo a procissão
dos morcegos, o mofo das profundezas e a minha própria sombra (p. 43).
Nuno Júdice, Navegação de acaso (D. Quixote, 2013).

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:58

Pág. 1/6



O autor

Paulo Gorjão. Blogging since 2003, de acordo com a norma ortográfica antiga.

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D